Contratação compulsória X Contratação Opcional: qual a diferença na hora de contratar um plano de saúde empresarial?

Existem muitas dúvidas que preocupam gestores de empresa e profissionais de recursos humanos na hora de optar pela contratação de um plano de saúde empresarial. Uma delas são os modelos de contratação e todos os termos que os definem.

Neste texto, falamos um pouco mais sobre uma dessas dúvidas: qual a diferença entre contratação compulsória e contratação opcional?

“Fechamos” o plano, e agora, todos os colaboradores terão que aderir?

Pode até soar um pouco clichê, mas a melhor resposta para essa pergunta é: “Depende!”

A obrigatoriedade ou não de adesão, vai variar de acordo com o tipo de inclusão contratada.

Existem duas modalidades possíveis para a inclusão de beneficiários do plano: Compulsória e Opcional.

 

É importante esclarecer todos os pontos do modelo de contratação antes de tomar a decisão final em relação ao seu plano de saúde empresarial.

Vamos às características e diferenças!

 

 

Adesão Compulsória

Requer a inclusão de todo o grupo elegível ao plano, de acordo com o grupo/subgrupo definido.

Uma das vantagens desse modelo é que por ser estendido para um grupo maior, costuma contar com condições diferenciadas oferecidas pelas operadoras, apresentando assim um valor menor que o encontrado em um plano de adesão opcional.

É comum que seja usado para representar este modelo também apenas o termo “compulsório”.

Ex.: Como é a inclusão de pessoas no plano? É compulsória!

 

 

Adesão Opcional

Neste modelo não há obrigatoriedade de inclusão. A adesão do colaborador ao plano deve ser espontânea e opcional.

Uma das vantagens desse modelo é a flexibilidade que ele dá à empresa, uma vez que não haverá restrições em relação ao número de pessoas que aderem ao plano.

É comum que seja usado para representar este modelo também apenas o termo “adesão”. Ex.: Como é a inclusão de pessoas no plano? É “por adesão”.

 

Mas afinal, o que é melhor?

Aqui, inevitavelmente, voltamos ao nosso “clichê” do início do texto: “Depende!”

Definir o que é melhor para cada empresa no momento da contração do plano de saúde empresarial, depende de uma série de outros fatores - Qual será o tipo de cobertura? Quem será responsável pelo pagamento das mensalidades e procedimentos? Qual a abrangência? - .

Todos estes fatores precisam ser considerados em conjunto na hora da decisão.

Ouça os gestores, saiba as necessidades e possibilidades da empresa!

Ouça os colaboradores e as necessidades deles e de suas famílias!

Converse com seu corretor, especialista em gestão de benefícios e em contratos de plano de saúde empresarial!

Assim, você terá todas as informações necessárias para tomar a melhor decisão.

Conte com a Severo Romero e com nossa equipe de especialistas para entender todos os pontos relacionados à decisão de contratar um plano de saúde empresarial.

Quer conversar trocar ideias e ver algumas sugestões do que e como fazer?

Vem bater um papo com a gente!

Vai ser um prazer te ajudar!

 

No Comments Yet.

Leave a comment